14 de Fevereiro, 2012 - 10:32 ( Brasília )

Geopolítica

Submarino nuclear russo estava carregado com armas em incêndio


Mísseis estavam a bordo de um submarino nuclear russo no momento de um incêndio em dezembro, incidente que colocou a Rússia à beira de uma catástrofe comparável à de Chernobyl, afirmou nesta segunda-feira a revista semanal Vlast, que questionou a versão oficial dada na época.

"A presença de armas durante o incêndio, no dia 29 de dezembro, foi confirmada à Vlast por várias fontes do comando da Marinha russa e da Frota do Norte", escreveu. "A Rússia evitou por um milagre um segundo Chernobyl", foi a manchete de sua edição desta semana.

Segundo a Vlast, o submarino transportava 16 mísseis de longa distância e torpedos, quando foi levado para o conserto na região de Murmansk (noroeste). A revista também revelou que, segundo suas informações, alguns dias depois do incêndio o submarino foi levado para um outro local onde fica estacionado normalmente. "O único motivo para tal mudança seria desembarcar os mísseis e torpedos que estavam a bordo do K-84", afirmou a Vlast.

As autoridades militares afirmaram na época que não havia nenhum perigo, pois as armas não estavam a bordo. A Marinha russa sofreu vários acidentes nos últimos anos envolvendo submarinos desde o naufrágio, em 2000, no mar de Barents (noroeste), do submarino nuclear Koursk. Na ocasião, os 118 membros da tripulação morreram.