09 de Fevereiro, 2012 - 09:34 ( Brasília )

Geopolítica

Síria afirma ter encontrado fuzis e mísseis de Israel e EUA


O regime sírio afirmou nesta quarta-feira que em sua ofensiva contra os "grupos terroristas" na cidade de Homs encontrou fuzis e mísseis procedentes de Israel e Estados Unidos, segundo a agência oficial de notícias síria Sana. A agência indicou que os citados fuzis são "de boa qualidade", sem oferecer detalhes da operação das forças de segurança no bairro de Baba Amro, onde o arsenal teria sido encontrado.

Além disso, as autoridades encontraram granadas, artefatos explosivos, bombas e mísseis Hawk. Desde o início da revolta contra o presidente sírio, Bashar al Assad, em março do ano passado, o regime acusa uma "conspiração estrangeira" de estar por trás dos protestos.

Em Homs, os meios de comunicação do regime detalharam uma série de atentados cometidos hoje por estes grupos, que causaram um número indeterminado de mortos e feridos, tanto civis como soldados. Entre estes ataques, estaria a explosão de artefatos em Baba Amro, a explosão de um carro-bomba no bairro de Al Bayada e o lançamento de mísseis contra a refinaria de Masfa, o que provocou o incêndio dos armazéns.

Por outro lado, os grupos opositores denunciaram que o bombardeio das tropas de Assad contra Homs causou a morte de 50 pessoas, entre elas 18 bebês. Na noite da última sexta-feira, Homs foi palco de um bombardeio que deixou quase 200 mortos, segundo distintas fontes opositoras, naquele que foi supostamente o pior massacre desde o início da revolta.