20 de Janeiro, 2012 - 10:13 ( Brasília )

Geopolítica

Toneladas de Diplomacia - Mais um porta-aviões dos EUA chega ao mar da Arábia


O porta-aviões Abraham Lincoln chegou nesta quinta-feira ao mar da Arábia, onde já está seu par Carl Vinson, duas semanas depois que o Irã advertiu Washington que não envie esses navios para o Estreito de Ormuz, informaram fontes militares. O John Stennis, outro dos porta-aviões com propulsão nuclear dos Estados Unidos, saiu da região há poucos dias e navega agora pelo oeste do Pacífico.

Com a chegada do Lincoln, se restabelece a presença de dois porta-aviões na zona, como requer a estratégia estabelecida pelo Pentágono para a área. Na quarta-feira, o secretário de Defesa, Leon Panetta, disse que a presença naval americana não mudará e que o nível atual é suficiente para lidar com qualquer situação que possa surgir.

O Golfo foi cenário de tensões entre EUA e Irã nas últimas semanas por causa das ameaças de Teerã de fechar o Estreito de Ormuz, a porta ao Golfo Pérsico e o petróleo que contém. Com um deslocamento de mais de 100 mil toneladas, o Lincoln tem uma tripulação naval de 3.200 soldados, e a tripulação aérea soma 2.480 soldados.

A pista de decolagem tem quase dois hectares e quando sai em missões transoceânicas o Lincon é o núcleo de um grupo de batalha que inclui cruzadores com mísseis guiados, destróieres, fragatas, navios de abastecimento e submarinos. O Carl Vinson, acompanhado de um cruzador e um destróier, havia chegado à região no último dia 11 de janeiro para substituir o John Stennis