29 de Dezembro, 2011 - 19:43 ( Brasília )

Geopolítica

Boeing - Declaração Referente ao Acordo com a Arábia Saudita


CHICAGO, 29 Dezembro 2011 --  O presidente CEO  da Boeing, Jim McNerney, deu as boas vindas ao anúncio pelo Reino da Arábia Saudita sobre o acordo para a aquisição de 84 novos caças Boeing F-15 e upgrade  de 70 do caças F-15 já em operação.

"Para a Boeing, este acordo representa a continuidade de uma longa parceria entre a empresa e o Reino Saudita, que data de 1945, quando o presidente Franklin D. Roosevelt, presenteou com uma aeronave DC-3 Dakota o Rei Abdulaziz Al-Saud, o  fundador do Reino da Arábia Saudita,"disse  McNerney. "Nós apreciamos os esforços da Administração Obama  e a confiança do  governo do Rei Abdullah na finalização do acordo, que dará suporte à dezenas de milhares de empregos de Americanos e o reino fortalecerá as suas capacidades de defesa e diversificará sua mão de obra."

O Reino da Arábia Saudita é um dos mais importantes clientes da Boeing, e opera uma frota de: caças Boeing F-15, helicópteros Apache, AWACS e aeronaves de missões especiais. "A Boeing tem o privilégio de apoiar a importante  relação bilateral EUA./ Arábia Saudita, e nós estamos satisfeitos que os Sauditas escolheram os provados e  com as capacidades no “state of the art” do nosso caça F-15 e as plataformas de asas rotatórias," afirmou  McNerney. "A Boeing vê a  Arábia Saudita como um Mercado com grande potencial e tem elegido como prioridade de investe na indústria aeronáutica da Arábia Saudita enquanto fortalece os programas técnicos e de treinamento."

A assinatura da “letter of offer and acceptance” (LOA), entre o governo dos EUA e o Reino da Arábia Saudita é última etapa para a concretização da venda anunciada  no fim de 2010 para  84 novos caças F-15 e o upgrade de F-15. O  governo dos EUA também ofereceu ao Reino da Arábia Saudita 70 novos  helicópteros AH-64 Apache e  36 helicópteros AH-6i, mais apoio e treinamento. Todos os itens da LOA totalizam negócios de aproximadamente U$24 bilhões  em vendas para a Boeing .