29 de Dezembro, 2011 - 10:45 ( Brasília )

Geopolítica

Ataque aéreo mata mais de 30 na fronteira da Turquia com o Iraque

Pelo menos 35 pessoas morreram após um ataque aéreo na Turquia, perto da fronteira com o Iraque. Segundo as autoridades locais, as vítimas eram contrabandistas que a aviação turca pode ter confundido com separatistas curdos.

O chefe do Estado-maior da Turquia indicou que o ataque visava um grupo de supostos militantes do PKK, o partido minoritário curdo, que estariam preparando um atentado a instalações militares na região. Ele garantiu que nenhum civil se encontrava na área no momento da operação e disse que uma investigação está sendo realizada.

Responsáveis das forças de segurança especificaram que as vítimas transportavam gasolina e que alguns corpos foram encontrados do outro lado da fronteira, em território iraquiano. A agência de notícias Firat, próxima do PKK, afirma que 17 pessoas estão desaparecidas e que os mortos tinham idades entre 17 e 20 anos. "O Estado sabia que as pessoas faziam contrabando na região. Esse tipo de incidente é inaceitável", disse o prefeito do vilarejo de Uludere.

O exército turco realiza frequentemente operações no sudeste do país, onde ficam as bases dos militantes do PKK. O conflito entre o governo turco e os separatistas curdos já fez mais de 40 mil mortos desde 1984.