13 de Dezembro, 2011 - 10:14 ( Brasília )

Geopolítica

Ataques do Sendero Luminoso deixam um morto e 12 feridos


Um militar morreu e 12 ficaram feridos na segunda-feira em dois ataques da organização maoísta Sendero Luminoso, primeiro contra um comboio oficial e depois contra um helicóptero no Vale dos rios Apurímac e Ene (VRAE, sudeste), anunciou o ministro da Defesa do Peru, Luis Alberto Otárola. Os dois ataques aconteceram na mesma área da região de Ayacucho, que é parte do VRAE.

O primeiro aconteceu durante a tarde na província La Mar, Ayacucho, quando uma patrulha fazia a segurança dos veículos do hospital de campanha de uma ação cívica no distrito de Santa Rosa, afirmou o ministro. O motorista do comboio faleceu no ataque.

O segundo ataque aconteceu durante as operações que eram realizadas nas cercanias do povoado de Machente, na província de La Mar, assinalou o Comando Conjunto das Forças Armadas.

Um helicóptero da Força Aérea Peruana (FAP) foi atacado quando patrulhas das forças especiais subiam na aeronave, o que causou ferimentos a bala no major Víctor Phillips del Castillo, enquanto outros seis militares foram feridos por estilhaços.

As forças especiais se deslocaram à zona depois que uma emboscada terrorista deixou nesta segunda-feira um militar morto e outros cinco feridos, integrantes de uma patrulha que fazia a segurança de veículos de um hospital de campanha que participou de uma ação de apoio social.

Segundo o Comando Conjunto, as operações militares continuam com patrulhas das Forças Armadas e da Polícia Nacional apoiadas por helicópteros.

Com agências AFP/EFE