09 de Dezembro, 2011 - 12:56 ( Brasília )

Geopolítica

Cristina Kirchner toma posse em cerimônia marcada pela austeridade


Taíssa Stivanin

Com uma cerimônia marcada pela austeridade, sem jantar nem almoços especiais para os Chefes de Estado convidados, Cristina Kirchner assume, neste sábado, o seu segundo mandato de quatro anos, o terceiro desde que os Kirchner chegaram ao poder em 2003, com o ex-presidente Néstor Kirchner.

Pela primeira vez, um presidente argentino herda de si mesmo a tarefa adiada de fazer ajustes na economia num contexto de menos dinheiro e crescimento. Segundo Márcio Resende, correspondente da Radio France International em Buenos Aires, a sensação entre os argentinos é de final de festa.

Depois de anos de forte crescimento econômico, com um boom do consumo, Cristina deverá fazer os ajustes que adiou para não perder a chance de reeleição.