04 de Abril, 2011 - 01:00 ( Brasília )

Geopolítica

Guerra Assimétrica - Cadetes venezuelanos realizam manobras de guerra popular prolongada

Pelo sim ou pelo não, em tempos de Líbia.

Mais de  3.600 cadetes das diferentes academias da Universidad Militar Bolivariana realizaram manobras conjuntas adotando o novo conceito de  “guerra popular prolongada” (Guerra Assimétrica ?), no  Centro de Adiestramiento y Combate General Laurencio Silva, localizado na cidade de El Pao, estado Cojedes.

No conceito de “guerra popular prolongada”, apresentado pela Doutrina do Plano Sucre, composto por una fase de guerra convencional e outra de resistência, os futuros líderes da Fuerza Armada Nacional Bolivariana (Fanb) fizeram uso de modernas armas como os fuzis AK 103, fuzis de snipers Dragunov, lança-foguetes RPG e  mísseis antiaéreos Igla-S.

O ministro do Poder Popular para a Defesa, Carlos Mata Figueroa, destacou que este tipo de manobras, as quais serão realizadas com freqüência, permitirá aos cadetes repassar e por em prática a teoría que aprenderam nas salas de aula.

Alem das manobras militares realizadas pelos cadetes, cerca de 300 generais e almirantes do Estado Maior da  Fanb reuniram-se discutir e  aperfeiçoar aspectos operacionais para a defesa integral da Venezuela.

Novos equipamentos militares

O ministro do Poder Popular para a Defesa, Carlos Mata Figueroa, estimou que em maio chegarão os novos equipamentos militares, tais como: carros e combate (T72), artilharia de campanha, sistemas de mísseis antiaéreo e de blindados, além de quatro patrulheiros oceânicos de vigilância.

Fonte - Agência de Notícias Venezoelana - AVN