18 de Novembro, 2011 - 10:35 ( Brasília )

Geopolítica

Ásia é prioridade máxima dos EUA, afirma Obama


O presidente dos EUA, Barack Obama, disse ontem que cortes no Orçamento americano não afetarão os compromissos militares e econômicos do país na região da Ásia-Pacífico, numa demonstração do esforço para conter a crescente influência regional da China. Para ele, a região é "top priority".

"Nossos interesses contínuos na região demandam nossa presença contínua nesta região", disse Obama em discurso ao Parlamento australiano, em Canberra.

No discurso, Obama expôs a "decisão estratégica e deliberada" de fazer dos EUA um importante protagonista na área que corresponde a metade da economia global. Ele tenta, com isso, demonstrar que seu país pode ser um contrapeso à cada vez maior influência militar e econômica da China, apesar dos apertos orçamentários. "A redução nos gastos com a defesa nos EUA não acontecerá - e eu repito, não acontecerá - às custas da Ásia-Pacífico", disse Obama. "Nós alocaremos os recursos necessários para manter a nossa forte presença militar nesta região."