17 de Novembro, 2011 - 07:08 ( Brasília )

Geopolítica

Chávez e Obama na polêmica campanha 'Unhate' (deixe de odiar)

Beijo simulado em fotomontagem entre o presidente dos EUA, Barack Obama, e da Venezuela, Hugo Chávez.

Polêmica campanha contra o ódio da fundação Unhate (Deixe de odiar, em português), criada e patrocinada pela empresa Benetton, lançada nesta quarta-feira traz montagem com beijos entre personalidades políticas e religiosas internacionais. A montagem acima mostra "beijo" do Hugo Chávez  com o Obama,

Porém, ainda nesta quarta, o grupo italiano Benetton anunciou  a decisão de retirar de circulação de sua nova campanha publicitária uma fotomontagem que mostra o Papa Bento XVI "beijando" na boca o imã da universidade egípcia de Al Azhar, Ahmed el Tayyeb.

"Lembramos que o sentido desta campanha é exclusivamente combater a cultura do ódio sob todas as formas", comentou, em comunicado, a Benetton, lamentando o fato de a utilização da imagem ter "ofendido os sentimentos dos fiéis".

"Trata-se de imagens simbólicas - com um toque de esperança irônico e de provocação construtiva - para promover uma reflexão sobre a maneira pela qual a política, a religião, as ideias, mesmo se opostas e diversas, podem levar ao diálogo e à mediação", justificou-se a Benetton.

O anúncio da decisão da Benetton foi divulgado minutos depois que o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, ter informado em nota oficial que a Secretaria de Estado do Vaticano estudava possíveis medidas para "garantir o respeito à figura do Santo Padre". O Vaticano considerou a fotomontagem falta de respeito a Bento XVI.