09 de Novembro, 2011 - 12:11 ( Brasília )

Geopolítica

Veja os principais pontos do relatório da AIEA sobre o Irã


DefesaNet

AIEA - Implementation of the NPT Safeguards Agreement and relevant provisions of Security Council resolutions in the Islamic Republic of Iran

Íntegra do Documento PDF Link

Confira as principais conclusões do relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre "a possível dimensão militar" do programa nuclear iraniano, segundo uma cópia do documento obtida pela AFP.

- "A agência tem sérias preocupações em relação a possível dimensão militar do programa nuclear iraniano".

- "Após examinar atentamente e de maneira crítica as informações disponíveis, a agência acredita que elas são, em geral, confiáveis".

- "Estas informações indicam que o Irã realizou atividades ligadas ao desenvolvimento de um dispositivo nuclear explosivo".

- A AIEA fez referência a "esforços" de indivíduos e entidades militares que, em alguns casos, resultou na aquisição de equipamentos e materiais relacionados à energia nuclear.

- A agência também detectou iniciativas com o objetivo de desenvolver por meios "não-declarados a produção de materiais nucleares".

- O Irã obteve "informações e documentos relacionados ao desenvolvimento de armas nucleares de uma rede de abastecimento clandestina".

- O país trabalha no desenvolvimento de seu próprio modelo de arma nuclear e realiza testes com componentes.

- "Algumas destas atividades podem ter finalidades tanto civis quanto militares, mas outras são especificadamente ligadas à criação de armas nucleares".

- "As informações apontam que antes do final de 2003, estas atividades foram desenvolvidas através de um programa estruturado e que algumas delas continuam em curso".

Para este relatório, a AIEA informou ter recebido informações fornecidas por 10 países membros, provenientes provavelmente de seus respectivos serviços secretos, e conseguiu por conta própria outros dados como fotos de satélites da base militar de Parchin, próximo de Teerã.

A AIEA compilou informações desde o final de 2002.

O texto integral do relatório e seus anexos estão disponíveis no site de um grupo de discussão americano especializado em questões nucleares, o Instituto de Segurança Científica e Internacional (ISIS): http://www.isisnucleariran.org/assets/pdf/IAEA_Iran_8Nov2011.pdf

pfe/pm/mr/fp