08 de Novembro, 2011 - 10:13 ( Brasília )

Geopolítica

Israel quer piquenique e não guerra, diz ministro da Defesa


O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, refutou nesta terça-feira especulações de que Israel pretenda atacar instalações nucleares do Irã, ao dizer que o país não decidiu embarcar em nenhuma operação militar.

"A guerra não é um piquenique. Nós queremos um piquenique. Nós não queremos uma guerra", disse Barak à Rádio Israel, num momento em que se aguarda esta semana um relatório da Agência Internacional de Energia Nuclear (AIEA) sobre a atividade nuclear iraniana.

"(Israel) não decidiu ainda embarcar em nenhuma operação militar", afirmou Barak, refutando especulações da mídia israelense de que ele e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu haviam tomado a decisão sobre o ataque.

Mas Barak declarou que Israel tem de se preparar para "situações desconfortáveis" e assumir a responsabilidade pela própria segurança. Todas as opções para deter as ambições nucleares do Irã deveriam estar abertas, disse ele.

A previsão, de modo geral, é que o relatório da AIEA fortaleça as suspeitas de que o Irã esteja tentando fabricar armas nucleares, apesar das declarações do governo iraniano de que seu programa de enriquecimento de urânio tem como finalidade a geração de energia.