27 de Outubro, 2011 - 09:49 ( Brasília )

Geopolítica

Militantes somalis ameaçam guerra contra o Quênia


Os rebeldes somalis da al Shabaab prometeram nesta quinta-feira combater o Quênia, a maior economia do leste africano, até que o país retire suas tropas da Somália, e pediram a simpatizantes que promovam grandes atentados em território queniano.

O chamado às armas foi feito 12 dias depois de o Quênia enviar soldados para a Somália com o objetivo de combater os rebeldes, depois de ter responsabilizado o grupo por uma série de sequestros em território queniano e incursões através da fronteira que ameaçam a estabilidade do país.

Al Shabaab é vinculado à rede Al Qaeda e controla o sul da Somália.

Na quinta-feira um veículo foi atacado no noroeste do Quênia, matando pelo menos quatro funcionários públicos, disseram autoridades locais à Reuters. Esse é o terceiro ataque do tipo no país apenas nesta semana.

O atentado ocorreu no distrito de Mandera, a cerca de 110 quilômetros da cidade de Mandera, numa região esparsamente povoada.