26 de Outubro, 2011 - 11:55 ( Brasília )

Geopolítica

EUA enviarão soldados a Uganda para combater rebeldes


Forças especiais americanas serão mobilizadas a Uganda para ajudar a combater os rebeldes do Exército de Resistência do Senhor (LRA, da sigla em inglês), disse nesta terça-feira uma alta autoridade americana.

Alexander Vershbow, um alto funcionário do Pentágono, afirmou aos legisladores que é provável que a mobilização dure "alguns meses" e ficará limitada a ajudar os militares regionais a arrecadar informação e usá-la com maior eficácia para combater as forças rebeldes, difíceis de serem alcançadas.

"A maior parte do total de cerca de 100 soldados ficará em Uganda, mas pequenos grupos logo serão mobilizados em associação com as forças locais para ajudá-los a melhorar suas habilidades no front", disse. O presidente americano, Barack Obama, anunciou em 14 de outubro o envio de 100 soldados equipados a Uganda para ajudar a combater os rebeldes do LRA, acusados de matar, sequestrar e estuprar milhares de pessoas na África.

A LRA, conhecido por ser uma das guerrilhas mais brutais do mundo, está ativa desde 1988 no norte de Uganda, mas desde 2005 seus combatentes estão instalados no extremo nordeste da República Democrática do Congo (RDAC), assim como na África do Sul e Sudão do Sul.