24 de Outubro, 2011 - 12:14 ( Brasília )

Geopolítica

Ofensiva no Afeganistão tem quase 200 mortos ou detidos


Duas operações executadas pelo Exército afegão e a Otan na área de fronteira com o Paquistão, em especial contra a rede talibã Haqqani, terminaram com um saldo de quase 200 militantes mortos ou detidos, informou o porta-voz da força internacional no Afeganistão.

"As operações de combate iniciadas na semana passada terminaram", afirmou o porta-voz da Força Internacional de Assitência à Segurança (Isaf), o general alemão Carsten Jacobson, que as definiu como um sucesso.

A Operação Shasmir ("Sabre") tinha como alvos as províncias situadas ao sul de Cabul e o leste do país, ao mesmo tempo que a Operação Knife Edge ("Fio da Navalha") se concentrava mais especificamente na fronteira com o Paquistão, reduto da rede Haqqani.

"Ao fim destas operações, que foram conduzidas pelo Afeganistão com a ajuda da Isaf, podemos dizer que pelo menos 20 militantes ligados à rede Haqqani foram mortos ou capturados", disse Jacobson.

Outros 175 rebeldes sem ligação com a rede Haqqani também foram mortos ou capturados, segundo o militar. Não foi possível confirmar os números com uma fonte independente.