04 de Março, 2018 - 22:00 ( Brasília )

Geopolítica

Global Firepower Ranking - Brasil é colocado como a 17ª Potência Mundial

A lista completa Global Firepower para 2017 coloca as potências militares do mundo em uma ampla perspectiva.


A lista completa Global Firepower para 2017 coloca as potências militares do mundo em uma ampla perspectiva.


O ranking da Global Firepower conta com mais de 50 fatores para determinar o escore PowerIndex ('PwrIndx') de uma determinada nação. A fórmula permite que países mais pequenos, embora tecnologicamente avançados, compitam com maiores e menos desenvolvidos.

Modificadores (na forma de bônus e penalidades) foram adicionados para refinar a lista. Alguns itens a serem observados em relação ao ranking finalizado:

+ O ranking não depende apenas do número total de armas disponíveis nos arsenais de um país, mas concentra-se na diversidade de armas dentro dos números totais para proporcionar um melhor equilíbrio de poder de fogo disponível (ou seja, colocar 100 navios caça-minas não é igual ao valor estratégico e tático de 10 porta-aviões).

+ Os estoques nucleares NÃO são considerados, mas as potências nucleares reconhecidas / suspeitas recebem um bônus.

+ Fatores geográficos, flexibilidade logística, recursos naturais e indústria local influenciam o ranking final.

+ A mão-de-obra disponível é uma consideração chave. As nações com grandes populações tendem a classificar-se mais alto. (Nota DefesaNet – Esta era uma indicação clássica dos analistas geopolíticos até a transformação no Assuntos Militares e a era Tecnológica)

+ As nações sem fronteiras não são penalizadas por falta de uma marinha. As Forças Navais são penalizados por falta de diversidade da frota ativa.

+ Aliados da OTAN recebem um pequeno bônus devido ao compartilhamento teórico de recursos.

+ A liderança política / militar atual NÃO é tomada em consideração.

Para 2017 há um total de 133 países incluídos no banco de dados GFP.

Para acessar as tabelas com o detalhamento do PowerIndex clique na figura:












 

Nota DefesaNet

Verifique também as análises do SIPRI e do IISS. Veja as matérias indicadas abaixo:

SIPRI - Gastos Militares no Mundo - 2016 Abril 2017 Link

SIPRI - Indústria de armas global: primeiro aumento nas vendas de armas desde 2010 Dezembro 2017 Link


VEJA MAIS