16 de Setembro, 2011 - 09:06 ( Brasília )

Geopolítica

Militares de EUA e Paquistão farão 1ª reunião pós-Bin Laden


Os dois militares de mais alta patente dos exércitos dos Estados Unidos e do Paquistão se reunirão nos próximos dias para tentar melhorar suas relações após a eliminação de Bin Laden, indicou nesta quinta-feira uma autoridade americana de Defesa.

O chefe do Estado-Maior americano, o almirante Mike Mullen, e seu homólogo paquistanês, general Ashfaq Kayani, se reunirão durante uma conferência da Otan realizada de sexta-feira a domingo em Sevilha (sul da Espanha), declarou à AFP este alto funcionário que pediu para não ser identificado.

Será seu primeiro encontro desde o ataque americano do início de maio contra o esconderijo de Bin Laden em território paquistanês, que deteriorou as relações entre ambos os países.

"Não podemos dizer que as relações foram totalmente suspensas, mas é preciso que fazer algo para consolidá-la", declarou a fonte.

O Paquistão acusou Washington de violar sua soberania lançando o ataque contra o líder da Al-Qaeda sem informar Islamabad, mas os Estados Unidos explicaram que temiam que a organização terrorista fosse informada de suas intenções se as autoridades paquistanesas fossem avisadas com antecedência.

Como consequência, o Paquistão decidiu dispensar dezenas de instrutores militares americanos e Washington reduziu em um terço sua ajuda - de 2,7 bilhões de dólares - ao país asiático para a manutenção de sua segurança.