05 de Setembro, 2011 - 13:04 ( Brasília )

Geopolítica

Líder norte-coreano desconfia da China, diz WikiLeaks


O dirigente norte-coreano Kim Jong-Il desconfiava da China, seu único aliado de peso, e mudou o desenvolvimento previsto de um festival para agradar os americanos, segundo um telegrama diplomático divulgado pelo site Wikileaks, que relata conversas de 2009.

Ao retornar de uma visita à Coreia do Norte, a presidente da empresa sul-coreana Hyundai Group contou ao embaixador americano que Kim Jong-Il havia declarado algo que evidenciava que "não confiava" na China, segundo o telegrama de 28 de agosto, que não revela mais detalhes sobre o assunto.

A presidente da Hyundai, Hyun Jung-Eun, contou ao embaixador que o ditador pediu a modificação de partes do festival de Arirang, que homenageia o regime comunista e seus líderes, para "adequá-las ao gosto americano".

Kim Jong-Il afirmou a Hyun, segundo o telegrama, que havia suprimido uma cena com um lançamento de míssil porque ouviu dizer que isto desagradaria os americanos.