17 de Agosto, 2011 - 09:35 ( Brasília )

Geopolítica

Obama: ataque terrorista individual seria pior que 'massivo'


O presidente americano, Barack Obama, explicou nesta terça-feira que teme mais um ataque perpetrado por um terrorista solitário do que um ataque "massivo" e "organizado", declarou ele às vésperas do aniversário de dez anos dos ataques de 11 de setembro de 2001. "O cenário mais provável contra o qual temos que tomar precauções é uma operação realizada por um "lobo solitário", que traria mais perigo do que um ataque terrorista massivo, bem coordenado", disse à rede de TV CNN durante suas viagens de ônibus por três estados do norte do país.

"Contudo, devemos seguir atentos. Não podemos baixar a guarda nunca, está é a natureza de nossa tarefa", disse Obama, que reforçou a importância das medidas de segurança e de uma "vigilância superior", a poucos dias do aniversário do fatídico 11 de setembro.

Ao ser perguntado pelos riscos de novos ataques para marcar o aniversário do 11 de setembro e para dar resposta à morte de Osama Bin Laden, Obama respondeu que os responsáveis americanos "estão vigiando constantemente os riscos potenciais" e que a Al-Qaeda é hoje uma organização mais frágil "que a três anos atrás". "O risco que nos inquieta em particular neste momento é de "lobo solitário", alguém capaz de levar a cabo um ataque de grande escala apenas com uma arma, como aconteceu na Noruega recentemente", disse em referência ao norueguês Anders Behring Breivik, que assassinou 77 pessoas em Oslo no dia 22 de julho.

Obama iniciou na segunda-feira uma série de viagens de ônibus por três estados do norte dos Estados Unidos para melhorar sua debilitada imagem, já tendo em vista as eleições presidenciais de novembro de 2012.