13 de Agosto, 2011 - 08:10 ( Brasília )

Geopolítica

Coreia do Norte melhora suas instalações de montagem de mísseis


A Coreia do Norte ampliou as instalações onde encaixa seus mísseis de longo alcance Taepodong-2, assim como um complexo de testes e outros centros relacionados, segundo informaram neste sábado várias televisões sul-coreanas.

Os relatórios das televisões MBC e YTN se baseiam na comparação de fotos de satélites comerciais de março de 2009 e do mês passado de fevereiro e mostram seis novos anexos no complexo armamentístico norte-coreano da província de Pyeongannam.

Estas instalações situadas no sudoeste do país asiático são o lugar onde se encaixam os mísseis de longo alcance Taepodong-2, cuja tecnologia a Coreia do Norte testou em abril de 2009 e em 2006 sem sucesso, segundo os Estados Unidos e a Coreia do Sul.

Apesar dos lançamentos fracassados se estima que estes mísseis poderiam ter um alcance de cerca de 6.000 km, com o que alcançariam território americano no Alasca.

As fotos de satélite mostram os novos prédios em uma região de testes de motores, a cerca de 500 m das naves de montagem, assim como um possível silo para mísseis e baterias antiaéreas em uma montanha próxima.

Os meios de imprensa sul-coreanos asseguram que nessa unidade a Coreia do Norte fabrica cerca de 120 mísseis Scud de curto alcance ao ano e partes do Taepodong-2, como a fuselagem e as fases de propulsão do foguete.

Vários relatórios de Inteligência indicam que o regime de Kim Jong-il exporta esta tecnologia balística a países aliados, apesar de estar submetido a estritas sanções internacionais que proíbem o desenvolvimento e comércio de armas.