08 de Agosto, 2011 - 10:50 ( Brasília )

Geopolítica

Soldado britânico cortava dedos dos talibãs para recordação


O ministério da Defesa britânico indicou nesta segunda-feira, em Londres, que está investigando o caso de um soldado que costumava cortar dedos talibãs mortos em combate no Afeganistão e os guardava como recordações.

Segundo o tabloide The Sun, o soldado do Quinto Batalhão do Regimento Real da Escócia teria se dedicado a fazer essa macabra coleção quando servia na província de Helmand (sul), um dos redutos dos rebeldes talibãs.

"Aparentemente ele cortava um dedo de cada talibã morto em combate. Os rumores dizem que os guardava como recordação, o que é algo muito macabro", escreve o jornal, citando uma fonte não identificada.

Segundo o jornal, o soldado, que realizava sua segunda missão no Afeganistão, voltou ao Reino Unido este ano e é alvo de uma investigação.

O Reino Unido mobiliza um contingente de aproximadamente 9.500 militares no Afeganistão.