01 de Agosto, 2011 - 10:18 ( Brasília )

Geopolítica

Soldados israelenses e libaneses trocam tiros na fronteira


Soldados israelenses e libaneses trocaram tiros na manhã desta segunda-feira na fronteira entre os dois países, informaram fontes militares. Um porta-voz do exército israelense confirmou o incidente, mas não que um militar libanês tenha ficado ferido no confronto, como anunciaram soldados de Israel.

Um alto militar libanês desmentiu que um soldado do seu Exército fora atingido por disparos israelenses. "Esta manhã, uma unidade israelense que fazia uma patrulha de rotina nos arredores da fronteira foi alvo de disaparos procedentes do Líbano. Nossos soldados responderam atirando", afirmou um porta-voz do Exército de Israel.

De acordo com fontes militares israelenses, "o interesse do país é manter a tramquilidade na fronteira". O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse a um comitê parlamentar que Israel "não quer que haja uma escalada na fronteira libanesa", afirmou um dirigente israelense que não quis se identificar.

Uma autoridade do exército libanês disse por sua vez que uma patrulha israelense cruzou a "linha azul" de demarcação, adentrando a fronteira por 30 metros. Os soldados libaneses efetuaram disparos de advertência, que fizeram os militares israelenses se retirarem. Estes logo abriram fogo contra os libaneses, mas ninguém ficou ferido, contou uma autoridade local, que pediu o anonimato.

A linha azul foi traçada pela Organização das Nações Unidas (ONU) após a retirada do exército israelense do sul do Líbano em maio de 2000, para marcar a nova fronteira depois de 22 anos de ocupação.