22 de Julho, 2011 - 13:12 ( Brasília )

Geopolítica

Colômbia Comemora os 201 Anos de Independência

Desfile dos 201 Anos realizado no dia 20 de Julho, mostra Forças Armadas Colombianas bem preparadas.

A  celebração do “Día de la Independencia de Colombia” iniciou na  Catedral Primada. Após o fim do  Te Deum, o tradicional cântico  em honra à independência liderado pelo presidente da Conferencia Episcopal, monsenhor Rubén Salazar, foram condecorados com o máximo galardão, la Cruz de Boyacá, os quatro com andantes militares.
 
Trata-se do comandante d o Exército, general Alejandro Navas;  comandante da Armada, almirante Álvaro Echandía; Chefe do Estado-Maior Conjunto  general Luis Felipe Paredes e o diretor da Polícia general Óscar Naranjo.
 
O desfile militar foi comandado pelo general Juan Pablo Rodríguez Barragán, comandante da  Quinta Divisão do Exército. O desfile contou com mais de 5.000 militares.
 
Com uma chuva de papéis e fumaça tricolor foi apresentado o helicóptero  'Libertad Uno', marca de um dos maiores sucessos do exército Colombiano: a 'Operación Jaque', na qual foram resgatados 7 militares,  3 norte-americanos seqüestrados e a ex-candidata presidencial franco-colombiana, Ingrid Betancourt.
 
Imediatamente depois, com  o sobrevôo de seis aeronaves de combate T-37 da Fuerza Aérea, teve a homenagem ao “Bloque de Héroes de la Patria”, composto por soldados e Fuzileiros  Marinha feridos em combate. O emprego indiscriminado de minas e artefatos explosivos pela narcoguerrilha cobra um pesado preço tanto às Forças Armadas como à população civil que vive na área de operações da guerrilha.  
 
Desfilaram soldados representando as diferentes unidades das Forças Armadas Colombianas: batalhões de selva, de alta montanha e de deserto, com seus respectivos uniformes, acompanhados de tanques de guerra, metralhadoras - a cargo de Unidades de Artilharia.
 
A Armada também desfilou com mais de 1.000 militares pertencentes à “Escuela Naval de Cadetes Almirante Padilla” e a “Escuela Naval de Suboficiales ARC Barranquilla”, entre outras.
 
A Armada colombiana apresentou barcos de  Combate Fluvial da “Infantería de Marina”, com três lanchas rápidas interceptoras, caracterizadas pela alta capacidade de fogo, versatilidade e manobrabilidade  na patrulha dos 8 mil km  dos rios colombianos.
 
A Fuerza Aérea (FAC) contou com um dispositivo composto por cadetes da Escuela Militar de Aviación Marco Fidel Suárez e dos alunos da Escuela de Suboficiales Andrés María Días Días, seguidos pelo  grupo de  Comandos Especiales Aéreos.
 
O desfile também contou com demonstração de helicópteros Black Hawk,  da Divisão  de Aviação de Assalto Aéreo do Exército.
 
Encerrando o desfile os homens e mulheres da Polícia e da Escuela de Carabineros.