20 de Janeiro, 2015 - 16:30 ( Brasília )

Geopolítica

Caças em missão da Otan interceptam avião russo em águas internacionais


Dois caças Eurofighters da Espanha que atuam na Estônia em missão de defesa aérea da Otan interceptaram um avião de origem inicialmente desconhecida, mas depois identificado como russo, sobre as águas internacionais no Mar Báltico.

Segundo informou nesta terça-feira o Estado-Maior da Defesa espanhola, os aviões do destacamento aéreo da Estônia foram ativados na segunda-feira para uma missão real, interceptando a aeronave até então não identificada.

A ordem foi dada pelo Centro de Operações Aéreas Combinadas da Otan, que detectou uma aeronave sem plano de voo e sem contato de rádio com as agências de controle aéreo.

Os dois caças espanhóis se encarregaram da interceptação e identificaram o avião que voava sobre águas internacionais como da Força Aérea Russa, conforme comunicado do Estado-Maior de Defesa.

Após acompanhar o caça russo até o limite da zona de responsabilidade da Otan, os pilotos espanhóis retornaram à base de Amari, na Estônia.

Desde o início do ano, quatro Eurofighters da Espanha estão atuando nessa base para participar da missão de defesa aérea da Otan nos países bálticos.

A operação, que tem duração de quatro meses, tem como objetivo reforçar a segurança do espaço aéreo dos países-membros da Otan na região, frente à instabilidade gerada na Ucrânia desde o início da crise com os separatistas, em abril de 2013.