29 de Junho, 2011 - 11:01 ( Brasília )

Geopolítica

TV de Cuba divulgará mais imagens de Chávez com Fidel Castro


LA HABANA, Cuba, 29 Jun 2011 (AFP) -A televisão cubana divulgará nesta quarta-feira mais imagens do primeiro vídeo do presidente Hugo Chávez desde que foi submetido a uma cirurgia de emergência no dia 10 de junho, e no qual aparece conversando com o líder cubano Fidel Castro, informou a imprensa local.

"A televisão cubana, em seu noticiário do meio-dia de hoje, quarta-feira, oferecerá uma informação ampliada deste encontro íntimo", afirmou o anúncio, publicado nas capas dos jornais Granma e Juventud Rebelde.

O noticiário da televisão cubana e a rede oficial venezuelana divulgaram na noite de terça-feira simultaneamente as imagens de Chávez, com o objetivo de pôr fim aos rumores sobre o estado de saúde do presidente, de 56 anos.

Nos trechos da gravação, sem áudio e que inclue fotografias, Chávez, vestido com um casaco esportivo com as cores da bandeira venezuelana, aparece mais magro, conversa com Castro de pé em um jardim e também sentado em um quarto, acompanhado por uma de suas filhas.

Uma das fotos mostra Chávez e Castro lendo a edição de hoje do jornal oficial cubano Granma, para garantir a atualidade das imagens.

Segundo a TV cubana, "o ameno intercâmbio contou com a presença de familiares" de Chávez, e o noticiário desta quarta-feira trará mais detalhes sobre o encontro.

O presidente venezuelano chegou em Cuba no dia 8 de junho e dois dias depois foi operado de emergência de um abscesso pélvico, um acúmulo de pus na zona baixa do abdômen, segundo a versão oficial.

Desde que foi operado, Chávez havia aparecido apenas em fotografias no dia 18 de junho na segunda das três visitas que recebeu até agora - segundo o governo cubano - de seu mentor político, Fidel Castro, de 84 anos e afastado do governo desde 2006.

A última vez que os venezuelanos puderam escutar seu presidente foi no dia 12 de junho, quando falou brevemente na televisão para dizer que estava se recuperando.

O chefe de Estado venezuelano é esperado em Caracas no dia 5 de julho, data na qual a Venezuela comemora o Bicentenário da assinatura da ata da Independência e quando será realizada uma cúpula latino-americana na Ilha Margarita.

O vice-presidente da Venezuela, Elías Jaua, destacou que é preciso "respeitar o tempo de recuperação" de Chávez e que o presidente jamais abandonou suas funções constitucionais". "Agora acaba de telefonar para o Conselho de Ministros para nos orientar".

Chávez não delegou suas funções a Elías Jaua e segue firmando decretos a partir de Havana, de onde participa ativamente das decisões políticas diárias, segundo seus ministros.

O incomum silêncio de Chávez nos meios de comunicação, somado à ausência de um boletim médico preciso, multiplicaram as especulações sobre a saúde do chefe de Estado dentro e fora da Venezuela.

mis/ma