13 de Agosto, 2014 - 13:25 ( Brasília )

Geopolítica

Rússia chama de "absurda" suspeita de que ajuda para Ucrânia é disfarce para invasão


A Rússia disse nesta quarta-feira que as suspeitas de que estaria usando um comboio de ajuda humanitária para a Ucrânia como disfarce para uma invasão são absurdas.

O Ministério de Relações Exteriores criticou a Austrália por expressar tal preocupação.

"Continuam expressando a alegação absurda de que o comboio humanitário para ajudar a população civil do sudeste da Ucrânia poderia ser usado como pretexto para 'intervenção militar' russa", disse o ministério em comunicado.

Ucrânia diz que não permitirá entrada de comboio de ajuda russo

O primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, denunciou o comboio de ajuda humanitária enviado pela Rússia como um ato de "cinismo" russo, e o ministro do Interior da Ucrânia disse que não será permitido que entre no país.

Falando em uma reunião do governo, Yatseniuk disse: "o nível do cinismo russo não conhece nenhum limite. Primeiro eles mandam tanques, mísseis e bandidos que atiram contra ucranianos e depois eles enviam água e sal".

O ministro do Interior, Arsen Avakov, disse em sua página no Facebook: "Nenhum 'comboio humanitário' de Putin será permitido atravessar o território da região de Kharkiv. Não será permitida a provocação de um agressor cínico".