27 de Junho, 2011 - 09:58 ( Brasília )

Geopolítica

Expansão Chinesa - Reunião busca fortalecer laços comerciais entre R.Unido e China


O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, reúne-se nesta segunda-feira com seu homólogo da China, Wen Jiabao, para discutir importantes acordos comerciais entre os dois países.

O político chinês encontra-se no Reino Unido para uma visita oficial de três dias, cujo objetivo é reforçar os laços bilaterais nos âmbitos político, econômico e comercial.

Setores empresariais estimam a assinatura de acordos comerciais avaliados em mais de 1 bilhão de libras (R$ 2,5 bilhões).

Wen Jiabao já havia anunciado anteriormente o interesse da China em receber mais produtos procedentes do Reino Unido.

Segundo o Governo britânico, existe potencial para a criação de mais empregos e oportunidades de investimento para os empresários britânicos.

A reunião prevista entre Cameron e Wen Jiabao deve contar também com a presença do ministro de Finanças britânico, George Osborne, e do chanceler também britânico, William Hague, que posteriormente oferecerá uma entrevista coletiva conjunta com o político chinês na sede do Foreign Office.

"O rápido crescimento econômico da China é uma boa notícia para o Reino Unido, já que implica um maior fluxo de dinheiro em nossas economias e tem o potencial de criar mais trabalhos e oportunidades de investimento para as empresas britânicas tanto em casa como na China", assinalou uma porta-voz do Governo britânico em declarações divulgadas nesta segunda-feira pela rede "BBC".

Os Governos de Reino Unido e China realizam reuniões como essa todos os anos. A última ocorreu em novembro passado, em Pequim.

A visita de Wen Jiabao coincide com o interesse da China em aumentar seus investimentos na Europa e obter contratos de licitação para construir obras de infraestrutura, como a prevista ferrovia de alta velocidade entre Londres e o norte da Inglaterra.

O primeiro-ministro chinês chegou no sábado à noite ao aeroporto de Birmingham (centro da Inglaterra) e visitou neste domingo a usina automotiva MG, atualmente propriedade da Corporação Industrial de Automóveis de Xangai, bem como a cidade natal do dramaturgo inglês William Shakespeare, Stratford-upon-Avon.