18 de Março, 2014 - 14:05 ( Brasília )

Geopolítica

Tambores de Guerra - Soldado morre e Ucrânia diz que conflito se tornou 'militar'

Soldados russos dispararam contra militares ucranianos, em Simferopol, na Crimeia, nesta terça-feira; um oficial foi morto

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Yatseniuk, declarou nesta terça-feira que o conflito de seu país com a Rússia em torno da Crimeia entrou em uma fase militar, depois que um oficial ucraniano foi baleado na península.

"O conflito está passando de uma fase política a uma fase militar", declarou Yatseniuk em uma reunião de emergência de seu governo. "Soldados russos começaram a disparar contra militares ucranianos; isto é um crime de guerra", acrescentou.

Um soldado ucraniano morreu e outro ficou ferido durante a tentativa de ataque, citada por Yatseniuk, a uma base militar da Ucrânia na Crimeia.

"Durante o ataque contra uma base militar em Simferopol, um militar ucraniano faleceu depois de ter sido baleado no pescoço. Outro militar ficou ferido", declarou Vladislav Seleznyov, porta-voz do ministério ucraniano da Defesa na Crimeia.

Mais cedo, um porta-voz militar informou que homens armados invadiram uma base aérea ucraniana na península da Crimeia, atiraram para o alto e levaram o oficial de comando do local, disse um porta-voz militar. As tropas ucranianas instaladas em uma base na principal cidade da Crimeia, Simferopol, disseram que estavam sob ataque de forças russas e que um soldado havia ficado ferido.

"Um militar ucraniano foi ferido no pescoço e clavícula. Agora nos protegemos no segundo andar. A sede foi tomada e o comandando foi levado. Eles querem que nós abaixemos nossas armas, mas nós não pretendemos nos entregar", disse o porta-voz militar ucraniano à agência de notícias Interfax.

Com informações da Reuters e AFP.