14 de Fevereiro, 2014 - 09:41 ( Brasília )

Geopolítica

China diz que "jamais permitirá guerra ou caos" na Península Coreana


Ben Blanchard

O ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, disse nesta sexta-feira ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry, que está em visita à China, que seu país nunca permitirá qualquer guerra ou caos na Península Coreana.

"A China é séria sobre isso. Não vamos apenas dizer, mas vamos fazer", disse Wang em comentários divulgados pela agência de notícias Xinhua.

Manobras militares*

Seul e Washington anunciaram nesta segunda-feira que suas duas maiores manobras militares conjuntas anuais começarão no dia 24 de fevereiro, o que poderia pôr em perigo a realização do encontro de famílias separadas entre as duas Coreias programado para esses dias.

Os exercícios militares Key Resolve terminam no dia 6 de março e os Foal Eagle começarão no mesmo dia e se estenderão quase dois meses até 18 de abril, informou o Comando das Forças Conjuntas (CFC) de Coreia do Sul e Estados Unidos em comunicado.

Ambas as manobras acontecem em território da Coreia do Sul (em terra, mar e ar) e serão orientadas a coordenar a defesa dos aliados perante um hipotético conflito com a vizinha Coreia do Norte.

As Forças Conjuntas asseguraram ter informado a Coreia do Norte que ambos os exercícios militares são de caráter defensivo e "não provocador", depois que Pyongyang exigiu nas semanas passadas o cancelamento das manobras ao considerá-las um ensaio de agressão.

*Com Agência EFE