19 de Abril, 2010 - 12:00 ( Brasília )

Geopolítica

Chávez Inspeciona Centro de Manutenção dos Su-30MK2



 

DefesaNet

Suscinto e módico em palavras o informe do governo Bolivariano da Venezuela merece ser lido com muita atenção.

O Editor


O presidente venezuelano, Hugo Chávez, inspecionou, na terça-feira (21 SET10), no estado de Anzoátegui os hangares onde se realiza a manutenção dos aviões de combate multifunção SU-30MK2.

De acordo com um comunicado oficial, o mandatário percorreu a instalação em companhia do governador local, Tarek William Saab, e de altos oficiais do partido PSUV.

A propósito de sua visita ao Centro de Manutenção Aeronáutico de Oriente, Base Aérea Tenente Luis del Valle García, localizado no estado de Barcelona, Chávez destacou a importância da cooperação militar com a Rússia, país fabricante das caças Sukhoi.

“Es importante resaltar lo que aquí está ocurriendo. Los técnicos de Rusia, los aviones Sukhoi —que ya tienen 4 años volando— los oficiales técnicos venezolanos: transferencia tecnológica de Rusia”, comentou o mandatáro venezuelano.

Agradeceu ao grupo de especialistas russos ,que se encontravam nos hangares, junto com as equipes técnicas venezuelanas e saudou o Governo do Presidente Dimitri Medvedev, ao expressar que “na Venezuela já temos a capacidade de manutenir os aviões”.

Nesse sentido agradeceu a Moscou pela transferência tecnológica e a seus técnicos pelo apoio em garantir a elevada disponibilidade combativa dos aparelhos.

Por sua parte, o Coronel Freddy Amado Pérez Riso, chefe do centro de manutenção aeronáutica, explicou que nestas oficinas são realizadas as inspeções respectivas aos 24 meses de operação e análises de falhas e sua correção nas aeronaves.

“Estes aviões, na atualidade, sofrem em um trabalho de inspeção de um grupo militar venezuelano e uma brigada russa”, concluiu.

Venezuela tem 24 Su-30, aviões de superioridade aérea.

Chávez tem explicado várias vezes que a aquisição dos caças Sukhoi se realizou em resposta às negativas dos Estados Unidos em fornecer peças de reposição para os F-16 operados pela Venezuela.

 

Nota DefesaNet

A aqusição de um sistema avançado de armas como o caça Sukhoi Su-30MK2 naõ é só a operação do avião e seus sistemas de sensores e empregos de armas. Por si só missões que requerem muito esforço financeiro e doutrinário. Mais importante é manutenir e garantir a cadeia logística, tanto da plataforma, como dos sensores, e dos armamentos.

A atual situação do 24 caças Su-30MK2 operados pela Venezuela é uma incógnita. Dúvidas há sobre a capacidade dos Venezuelanos em manutenir o avião e seus sistemas. Pela própria descrição dos do Presidente Chávez há uma dependência nas equipes de manutenção russas.

Segundo o próprio comandante da unidade Cel Coronel Freddy Amado Pérez Riso há uma “Brigada” de manutenção Russa, em apoio aos caças Sukhoi Su-30MK2.

DNTV DefesaNet

Aviación Bolivariana - 200 Anos Independência da Venezuela - Caracas 19 Abril 2010
Demonstração aérea dos caças F-16 e Su-30MK2 da Força Aerea Bolivariana, ex- Fuerza Aerea Venezoelana.
Link