06 de Maio, 2013 - 12:27 ( Brasília )

Geopolítica

Coreia do Sul e EUA iniciam novo exercício militar conjunto


Apesar da aparente redução da tensão gerada após a recente campanha de ameaças por parte de Pyongyang, a Coreia do Sul e EUA iniciaram nesta segunda-feira um novo exercício militar naval de cinco dias no Mar Amarelo, cujo objetivo é evitar ataques submarinos.

Os exercícios, que se estenderão até sexta-feira, "fazem parte das manobras rotineiras anuais para elevar a preparação perante infiltrações submarinas do inimigo", indicou uma autoridade do Exército sul-coreano à agência local Yonhap.

De acordo com fontes militares, as forças conjuntas de Seul e Washington mobilizarão para este exercício um submarino nuclear, destróieres e aviões de vigilância marítima desdobrados nas bases americanas, assim como submarinos, aeronaves e navios da Coreia do Sul.

Esse novo exercício conjunto é iniciado somente uma semana depois que, no último dia 30 de abril, os aliados completassem suas manobras anuais de dois meses (Foal Eagle), as quais foram duramente criticadas pela Coreia do Norte por considerá-las um ensaio de invasão ao seu país.

O regime de Kim Jong-un respondeu ao Foal Eagle com uma intensa campanha de ameaças de guerra, a qual se prolongou até meados de abril e elevou a níveis máximos a tensão na península coreana.

Após finalizar sua campanha de ameaças, a Coreia do Norte seguiu exigindo o fim das manobras militares conjuntas entre a Coreia do Sul e EUA, um pedido que foi respondido hoje pelo porta-voz do Ministério da Defesa de Seul: "os exercícios continuarão enquanto Pyongyang manter sua postura hostil".