30 de Março, 2013 - 09:25 ( Brasília )

Geopolítica

Rússia acusa diplomata dos EUA de intromissão em assuntos internos


O ministro das Relações Exteriores russo acusou neste sábado a diplomata americana e porta-voz do departamento de Estado, Victoria Nuland, de intromissão em assuntos internos do país por comparar as investigações de várias organizações não governamentais com uma "caça às bruxas".

"As declarações de Victoria Nuland, que comparou os controles de rotina com uma 'caça às bruxas', só podem ser consideradas cínicas e provocadoras", disse o porta-voz do ministério das Relações Exteriores russo, Alexander Lokashevich.

O funcionário russo acrescentou que o governo de Moscou via as declarações de Nuland, que disse que Washington continua apoiando os grupos de defesa de direitos humanos na Rússia, como uma "interferência direta em nossos assuntos internos".

Nas últimas semanas, as autoridades russas realizaram uma onda de controles e inspeções em dezenas de grupos de defesa dos direitos humanos no país, incluindo Human Rights Watch e Anistia Internacional.

Os ativistas russos consideram que as inspeções estão relacionadas com uma recente e controversa lei que considera "agentes estrangeiros" as organizações não governamentais financiadas pelo exterior. Nuland disse nesta semana que o governo de Washington continuará fornecendo ajuda financeira aos grupos russos de direitos humanos.