27 de Março, 2013 - 09:54 ( Brasília )

Geopolítica

Petraeus pede perdão em primeiro discurso após deixar a CIA


O ex-chefe da CIA, general David Petraeus, pediu perdão na terça-feira pelo erro que lhe custou seu cargo no ano passado, em seu primeiro discurso público desde que renunciou após reconhecer uma relação extraconjugal.

Dirigindo-se a militares em Los Angeles, Petraeus lamentou a dor causada por ter mantido uma relação com sua biógrafa Paula Broadwell, ao mesmo tempo em que assegurou que tenta compensar os que feriu.

"Por favor, deixem-me começar meu discurso nesta noite reiterando o quão profundamente lamento e peço perdão pelas circunstâncias que me levaram a renunciar ao meu cargo na CIA e que causaram tanta dor a minha família, amigos e seguidores", manifestou Petraeus.

A renúncia do general Petraeus, 60 anos, no dia 9 de novembro de 2012, atingiu o governo do presidente Barack Obama, três dias após sua reeleição e ao coincidir com as investigações pela gestão da CIA após o ataque ao consulado americano em Benghazi (leste da Líbia) em setembro, no qual o embaixador e outros três funcionários morreram.