26 de Março, 2013 - 09:25 ( Brasília )

Geopolítica

EUA e Rússia discutem sistemas antimísseis


O ministro russo da Defesa, Serguei Shoigu, telefonou nesta segunda-feira para seu homólogo americano, Chuck Hagel, para comunicar seu "desejo de prosseguir as discussões" de alto nível sobre o sistema de defesa antimísseis, informou o Pentágono.

Hagel se mostrou "de acordo e reafirmou que (tais negociações) constituem parte importante das relações" entre os dois países.

As discussões devem prosseguir a nível de vice-ministros, precisou o porta-voz do Pentágono, George Little, em um comunicado.

Este contato ocorre no momento em que o Pentágono anuncia a reestruturação do programa de escudo antimísseis da Otan, destinado a enfrentar uma possível ameaça balística do Irã, mas que a Rússia percebe como uma ameaça à própria segurança.

Analisada pelos observadores em Washington como um gesto de abertura em relação a Moscou, esta decisão não deve ser considerada como uma "concessão à Rússia", declarou o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Riabkov.

Em seu discurso sobre o estado da União, em fevereiro passado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou sua intenção de negociar com a Rússia uma redução suplementar do arsenal nuclear dos dois países após a adoção do tratado START de desarmamento nuclear em 2010.

Desde a ratificação deste tratado, firmado em 8 de abril de 2010 por Obama e seu então homólogo russo, Dimitri Medvedev, as discussões sobre desarmamento nuclear entre os antigos adversários da guerra fria entraram em compasso de espera.

Durante a conversa por telefone, Hagel e Shoigu também discutiram sobre Afeganistão, Coreia do Norte, Irã e Síria.