COBERTURA ESPECIAL - F-X2 - Aviação

10 de Janeiro, 2013 - 09:15 ( Brasília )

François Hollande tentará emplacar o Rafale nos Emirados Árabes


O presidente francês François Hollande viaja para os Emirados Árabes na próxima terça-feira, para promover o caça Rafale, que concorre a uma licitação para renovação da frota. Mas durante a visita não será assinado nenhum contrato, de acordo com fontes diplomáticas.

Além do Brasil e da Índia, a França também tentará emplacar a venda do Rafale nos Emirados Árabes, onde o caça concorre com o rival da Eurofighter para equipar as forças armadas do país. Segundo fontes diplomáticas, a proposta continua na mesa, e existem grandes chances de que o negócio seja fechado. Mas o governo francês prefere evitar anúncios precipitados, já que há anos a França negocia o caça da Dassault com o país sem resultado. Em 2011, os Emirados Árabes pediram à Eurofighter que fizesse uma contra-proposta.

A Dassault também está tentando concretizar a venda de 126 aviões para a Índia, e no Brasil, o caça francês também participa da licitação para renovar a frota da FAB (Força Aérea Brasileira),que prevê a compra de 36 aviões. Também estão na disputa o F18 Super Hornet, da Boeing, e o Grippen, da Saab. Mas o processo está congelado por tempo indeterminado, como confirmou a presidente Dilma Rousseff em sua última visita à França, em dezembro.

Durante o mandato do presidente Sarkozy, o governo francês aumentou a pressão na tentativa de concretizar a venda dos caças aos Emirados Árabes Unidos, mas a negociação perdeu força e a oferta da Dassault foi até mesmo criticada publicamente. Em 2009, o então presidente Lula também havia prometido dar preferência ao Rafale na licitação brasileira, mas a falta de consenso entre o governo e alto escalão das forças armadas esfriou o negócio.

Em uma entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal Les Echos, o novo CEO da Dassault, EricTrappier, disse que o Canadá também se mostrou interessado nos caças franceses. Ainda de acordo com ele, caso a venda se concretize nos Emirados Árabes, o Qatar e o Kuwait também poderiam vir a fechar contrato.



Outras coberturas especiais


Especial Espaço

Especial Espaço

Última atualização 24 NOV, 15:00

MAIS LIDAS

F-X2