COBERTURA ESPECIAL - F-X2 - Tecnologia

17 de Maio, 2012 - 14:41 ( Brasília )

SAAB- CISB completa um ano e faz balanço de suas atividades

Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro, criado pela empresa Saab, mostra as iniciativas implementadas e os próximos passos para fortalecer a rede de inovação Brasil-Suécia

São Paulo, 17 de maio de 2012– O Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CISB) completa um ano de atividades e, durante a cerimônia de comemoração realizada hoje em São Bernardo do Campo, o diretor-executivo, Bruno Rondani, fez um balanço das ações e projetos em andamento e apresentou os que estão por vir nos próximos anos. Na cerimônia, também estavam presentes o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, e o embaixador da Suécia, Magnus Robach.
 
Desde sua inauguração, o CISB tem trabalhado fortemente em atividades para a construção da rede de inovação aberta entre o Brasil e Suécia. Para isso, atua em áreas temáticas no formato de arenas de inovação aberta – defesa e segurança, transporte e logística, desenvolvimento urbano e energia sustentável. O Centro conta com uma equipe de sete profissionais focados na gestão de inovação e outros cem pesquisadores estão sendo selecionados para projetos nas áreas de segurança e defesa por meio do programa Ciência sem Fronteiras, do governo federal. Todos os pesquisadores envolvidos em atividades do CISB pertencem a organizações ou a projetos.
 
“Nesse primeiro ano de atuação do CISB, foi possível perceber a necessidade do Brasil de ter centros que estimulem a inovação aberta e a tecnologia em projetos que tragam benefícios para o País”, afirma Bruno Rondani, diretor-executivo do CISB. “Em 2012, além da participação da empresa sueca de segurança e defesa Saab, fundadora do CISB, já tivemos oito instituições que aderiram ao centro, reconhecendo a sua importância para o cenário de pesquisas do Brasil - Scania, Stora Enso, SP Technical Institute, Innventia, Fraunhofer-Chalmers, KTH, LiU e Chalmers”, completa.
 
Projetos desenvolvidos
 
Como primeira iniciativa que já deu frutos, o CISB desenvolveu uma plataforma colaborativa, em conjunto com a Saab, para receber projetos nas áreas de segurança e defesa para o programa Ciência sem Fronteiras, do governo federal. Nessa plataforma, os pesquisadores podem enviar suas propostas e receber o apoio necessário de outros pesquisadores e de engenheiros da Saab para tornar os projetos ainda mais fortes e relevantes para, então, submeter ao programa. O prazo para enviar as propostas para a plataforma foi estendido para o dia 24 de maio e o endereço é http://swbcisb.induct.no. A Saab está co-financiando com o CNPq cem bolsas de estudos para o programa e, nessa primeira chamada, serão escolhidos 30 pesquisadores. “A plataforma colaborativa disponibiliza um ambiente para que candidatos brasileiros possam interagir entre si, com a comunidade científica sueca e com os pesquisadores e engenheiros da Saab para a construção de propostas vencedoras”, afirma Rondani.
 
Outra iniciativa relevante desenvolvida pelo CISB esse ano consiste na aprovação do projeto de Microgrid para distribuição de energia elétrica, no edital lançado pela CEMIG. Em parceria com a universidade sueca KTH, o CISB submeteu uma proposta para estudos relacionados à arquitetura de produção e distribuição de energia de forma descentralizada. Já o Polynol, outro projeto conduzido pelo Centro, promoverá pesquisas para o desenvolvimento de bio combustíveis de segunda geração e de produção de polímeros verdes e contará com o apoio de empresas e universidades do Brasil e da Suécia.
 
Entre os projetos do CISB em parceria com a Saab também está o Collabora, Centro de Desenvolvimento de Capacidades, que será construído em São Bernardo do Campo, inspirado nas experiências sul-africanas e suecas, onde serão demonstradas soluções para aplicações em segurança e transporte. O laboratório será formado por equipamentos de alta tecnologia e forte apelo visual, com o objetivo de servir como espaço para pesquisas sobre temas complexos, que atingem toda a sociedade.
 
Próximos passos

Em 2012 e 2013, o CISB terá como objetivo transformar os projetos iniciados em realidade, com obtenção de mais parceiros para fomentar a rede de inovação entre o Brasil e a Suécia. Além disso, em novembro, realizará seu segundo encontro anual para reunir governo, empresas e universidades dos países em um ambiente propício à inovação aberta.
 
Novas arenas também serão criadas para discutir projetos em tecnologia limpa e em desenvolvimento urbano. Com isso, o CISB pretende aumentar a troca de experiência e conhecimento também nesses setores. Estão previstas, para os próximos anos, novas chamadas para o programa Ciência sem Fronteiras, por meio da plataforma colaborativa, a fim de completar as cem bolsas de estudos para pesquisadores oferecidas pela Saab e pelo CNPq.
 
Sobre o CISB

Sediado em São Bernardo do Campo, o Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CISB) foi criado pela Saab em maio de 2011 com o objetivo de implementar acordos de cooperação em ciência, inovação e alta tecnologia entre Brasil e Suécia, integrando o maduro e bem sucedido sistema de inovação sueco com o dinâmico sistema de inovação que vem se consolidando no Brasil, além de atrair investimentos e interesse de todo o mundo. Empresas suecas, como Saab, Stora Enso e Scania, são alguns dos membros do Centro e incentivadoras da iniciativa. O modelo operacional do CISB é inspirado nos mundialmente conhecidos Science Parks Suecos, em que laboratórios de P&D de grandes empresas, universidades, institutos de tecnologia, empreendedores e investidores de capital de risco se encontram em um ambiente propício à colaboração para a inovação. Assim como nos Science Parks Suecos, a equipe do CISB atua como facilitador e gestor dessa rede e ambiente e colaboração.



Outras coberturas especiais


PF-PRF

PF-PRF

Última atualização 19 NOV, 12:30

MAIS LIDAS

F-X2