COBERTURA ESPECIAL - F-X2 - Tecnologia

13 de Dezembro, 2011 - 13:44 ( Brasília )

Boeing financia bolsas para estudantes brasileiros de engenharia

18 bolsistas da Boeing chegarão aos EUA em janeiro de 2012. Projeto é parte do programa Ciência Sem Fronteiras do governo brasileiro

BRASÍLIA, 13 de dezembro, 2011 – A Boeing Company [NYSE: BA] anunciou hoje que, em parceria com a Comissão Fullbright do Brasil, vai financiar bolsas de estudo a 18 estudantes de engenharia aeroespacial e aeronáutica para um ano de estudos em universidades dos EUA.

O projeto é parte do programa Ciência Sem Fronteiras, iniciativa lançada pelo governo brasileiro em julho de 2011. O anúncio das bolsas financiadas pela Boeing foi feito na cerimônia de lançamento da segunda rodada do programa no Palácio do Planalto, que teve a presença da presidente Dilma Rousseff.

“Programas educacionais, especialmente aqueles com foco na ciência, tecnologia, engenharia e matemática são áreas chave para o investimento comunitário da Boeing em todo o mundo”, afirma a presidente da Boeing no Brasil, Donna Hrinak. “O Brasil está transformando-se em um líder mundial e acreditamos que esse investimento trará benefícios mútuos, para os brasileiros e para a Boeing. Além das bolsas, a Boeing apoiará os estudantes brasileiros enquanto estiverem nos EUA, providenciando mentores e trabalhando com as universidades onde estudam para incluí-los em projetos práticos, de forma que possam enriquecer ainda mais essa experiência”, detalha Hrinak.

O Ciência Sem Fronteiras é um programa nacional de bolsas que busca fortalecer e expandir iniciativas de ciência e tecnologia, inovação e competitividade por meio do aumento de oportunidades internacionais de educação. Nos próximos quatro anos, o governo brasileiro pretende conceder até 100 mil bolsas no exterior em áreas como tecnologia aeroespacial, nanotecnologia, energias renováveis e informação tecnológica.

“A meta do Ciência Sem Fronteiras é encorajar estudantes de grande potencial a perseguir suas carreiras nessas áreas e desenvolver líderes nacionais e internacionais em áreas relevantes para o mundo”, explica Luiz Valcov Loureiro, diretor executivo da Comissão Fullbright no Brasil. “Nossa parceria com a Boeing vai permitir o governo brasileiro expandir o programa e criar melhores oportunidades para mais estudantes jovens e talentosos”, afirma Loureiro.

Os estudantes de graduação brasileiros que receberão incentivos da Boeing são das seguintes instituições brasileiras; Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade de São Paulo (USP), e Universidade Federal do ABC (UFABC).

A Boeing trabalha em parceria com universidades e centros universitários selecionados para aprimorar currículos de graduação, apoiar a educação continuada de colaboradores da empresa e recrutar para estágio e emprego, além de colaborar em pesquisas que beneficiam necessidades de longo prazo em sua área de negócios.

Com sede corporativa em Chicago, a Boeing emprega mais de 170 mil pessoas nos EUA e em 70 países. A Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo e a líder na fabricação de jatos comerciais e sistemas de defesa, espaciais e segurança.



Outras coberturas especiais


US

US

Última atualização 22 NOV, 10:40

MAIS LIDAS

F-X2