COBERTURA ESPECIAL - F-X2 - Aviação

01 de Junho, 2011 - 16:13 ( Brasília )

França prepara o Rafale NG


 Com informações do TTU - FRANCE
 
Com a indicação de finalista na Índia, no Programa MMRCA, e a possibilidade crescente de fechar nos Emirados Árabes, a organização governamental francesa responsável pelo desenvolvimento de armamentos (Direction Générale de l’Armement - DGA),  iniciou o programa de ensaios, em Cazaux,  para a modernização do Rafale.
 
 ADGA  anunciou que os voos de integração e avaliação do Link 16 e do radar RBE-2 AESA ocorrerão nos meses de Junho e Julho. O radar testado em solo e em vôo num  Mirage 2000 e Falcon 20, deverá obter assim a sua certificação final.
 
Os Mirage 2000 permitem simular as condições operacionais do Rafale, tanto nos casos de manobrabilidade e o vôo a grande altitude.
 
O futuro sistema de contra medidas DDM-NG (evolução  do atual  sistema SPECTRA) deverá obter sua certificação em  2012.
 
A DGA realizará igualmente ensaios com o armamento  AASM com guia laser (será batizado de Hammer para a exportação), com três séries de testes previstos : ataques verticais,  ataques  a alvos de infra-estrutura  a longa distância (com o alvo sendo iluminado pela guia laser em solo) e testes com alvos móveis (com iluminação laser do alvo desde o solo e se deslocando  horizontalmente).
 
As certificações serão obtidas em 2012.
 
Também o estudo de uma concepção de um “cabide misto” combustível/
óptico para uma redução de custos.poderá ser usado tanto para lançamento de armas como a fixação de tanques de combustível.  
 
Para o radar RBE-2 com antena ativa (AESA), todos os modos serão certificados para os primeiros radares de série. A entrada em serviço está prevista para  2014.
 
 Os ensaios em vôo serão realizados pela DGA a distâncias de 100, 45 e 36 km, e a uma altitude de vôo de 200 pés (80m). O radar RBE-2 terá de enfrentar alvos capazes de gerar interferência a  incluindo o modulo  SPECTRA do  Rafale.
 
La DGA anuncia que o radar adquire seus alvos a 70 milhas (130km), uma distância inferior  às capacidades reais..
 
E por último a turbina SNECMA  M88-4E, com o desenvolvimento iniciado em  2008, já voando desde Novembro 2010, com 70 voos realizados, deverá ser certificada em Outubro de 2011. As primeiras entregas devem ser em Novembro 2011. Segundo a DGA as modificações introduzidas com a M88-4E aumentarão a vida da turbina em 30 %.
 
Estas mudanças atendem em parte a muitas das solicitações feitas pelos Emirados Árabes na discussão do contrato com o Consórcio Rafale International.

 


Outras coberturas especiais


Vant

Vant

Última atualização 22 SET, 16:00

MAIS LIDAS

F-X2