COBERTURA ESPECIAL - F-X2 - Aviação

03 de Maio, 2013 - 10:38 ( Brasília )

Câmara quer incluir F-X2 e programa espacial no PAC

Pedido da Aeronáutica tenta garantir recursos aos dois projetos, considerados estratégicos para o país

O VALE

Uma comissão de parlamentares do Congresso Nacional, integrada por deputados e senadores, visitou São José dos Campos no dia 18 de abril. O grupo esteve no DCTA, na sede da Embraer, em São José, e na unidade da empresa em Gavião Peixoto. Também em São José, a comitiva visitou o IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço) onde conheceu projetos desenvolvidos pelo instituto.

A pedido do Comando da Aeronáutica, a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados vai propor ao governo federal a inclusão do Programa Espacial e do Programa F-X2 no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

A intenção é garantir recursos para a continuidade desses projetos, considerados estratégicos para o país.

O presidente da Comissão, deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), disse que um dos principais desafios para 2013 da Comissão é assegurar a inclusão de projetos das Forças Armadas no PAC. “Temos que garantir recursos necessários para que não ocorra descontinuidade desses programas”, afirmou ontem o parlamentar.

Segundo Pellegrino, a inclusão dos dois projetos da Aeronáutica no PAC foram solicitados pelo Comando da Aeronáutica.

Ele se reuniu na última segunda-feira com o comandante da Força, tenente brigadeiro-do-ar Juniti Saito, em Brasília, para tratar das prioridades da Força Aérea para este ano e dos projetos estratégicos de longo prazo.

 

Programas.

O desenvolvimento do VLS (Veículo Lançador de Satélite), considerado um dos pilares do Programa Espacial, é de responsabilidade da Aeronáutica.

O projeto está sob a gestão do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), no IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço). A previsão é que no próximo ano seja realizado o primeiro teste real do foguete, sem carga útil.

Já o F-X2 é o programa de modernização da frota de caças da FAB, o programa prevê a compra de 36 caças de última geração.

O projeto permanece engavetado para análise da presidência da República. A seleção do jato é disputada pela norte-americana Boeing, com o F-18 Super Hornet, pelo consórcio francês Rafale, liderado pela Dassault, e pela sueca Gripen, com o Gripen-NG.

O deputado revelou ainda que, segundo a Força Aérea, as três empresas finalistas do Programa FX-2 têm atualizado permanentemente suas propostas e que a expectativa é por uma decisão final ainda em 2013.

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional consultou as três Armas para levantar as prioridades das Forças Armadas. “Agora, vamos elaborar um relatório e encaminhar ao governo com as solicitações das Forças Armadas”, afirmou o presidente da Comissão.

KC-390

O presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, deputado Nelson Pellegrino (BA-PT) relatou que os parlamentares visitaram as instalações da Embraer em Gavião Peixoto, onde será produzido o cargueiro militar KC-390, considerado estratégico para a Aeronáutica.

Segundo o parlamentar, o programa do KC-390 já está incluído no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do governo federal. “É um programa que pode render US$ 22,5 bilhões de exportações ao Brasil, pois é um produto de alto valor agregado, segundo a Aeronáutica”, disse o parlamentar. O primeiro protótipo do KC-390 deve voar em 2014.

Fonte: O VALE / via
NOTIMP - Agência Força Aérea



Outras coberturas especiais


Panorama Haiti

Panorama Haiti

Última atualização 17 NOV, 19:40

MAIS LIDAS

F-X2