COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Segurança

25 de Dezembro, 2011 - 22:00 ( Brasília )

Coluna do Azedo - O VP Temer e o PEF


Coluna do Azedo Correio Braziliense

No plano administrativo, o vice-presidente da República recebeu a missão de coordenar a elaboração e a execução do Plano Estratégico de Fronteiras, que cobre uma área de 2,4 milhões de quilômetros quadrados, que vai da Floresta Amazônica, passa pelo pantanal mato-grossense e chega até os pampas gaúchos. Os ministérios da Defesa e da Justiça, a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência e o Gabinete de Segurança Institucional participam do projeto, com 11 governos estaduais. Em seis meses, o plano aumentou a presença do Estado nos limites territoriais brasileiros, onde vivem mais de 10 milhões de pessoas.

Números
Resultados do trabalho conjunto dos governos federal e estaduais nas fronteiras: foram apreendidas 115 toneladas de drogas, 65 mil garrafas de bebidas, 650 quilos de explosivos, 2 mil veículos, 4,2 milhões de pacotes de cigarros, 75 mil munições, 534 armas de fogo. Garimpos e madeireiras ilegais foram interditados, pistas de pouso clandestinas foram destruídas. Participaram das ações quase 20 mil homens

Presença
Os governadores de Mato Grosso, Silval Barbosa, e de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, ambos do PMDB, estão entusiasmados com o Plano Estratégico de Fronteiras e reivindicam a atuação permanente das Forças Armadas na repressão ao contrabando e ao tráfico de drogas nos respectivos limites territoriais.