COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Segurança

05 de Outubro, 2011 - 00:22 ( Brasília )

SAE propõe ocupação populacional das regiões de fronteira focada no desenvolvimento social e produtivo


Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil


Brasília – Proposta apresentada hoje (4) pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) prevê uma ocupação populacional das fronteiras da região amazônica mais focada no desenvolvimento social e produtivo do que no caráter repressivo.

“O que se quer é que esse esforço na área de fronteira não seja apenas repressivo, que ele tenha sustentabilidade social e econômica, e isso se dará  na medida em que fixarmos as populações nessas áreas garantindo a elas os serviços sociais e também que se possa ter engenhos produtivos que permitam garantir a sustentabilidade econômica”, explicou o ministro da SAE, Moreira Franco, ao sair de reunião sobre o Plano Estratégico de Fronteiras.

A proposta será apresentada à presidenta Dilma Rousseff pelo vice-presidente Michel Temer, que também é o coordenador do Plano Estratégico de Fronteiras. Periodicamente, o vice-presidente reúne ministros e integrantes de órgãos envolvidos no plano como a Polícia Federal e as Forças Armadas. Hoje, além de Moreira Franco e Temer, também participaram da reunião o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e a ministra do Meio Ambiente, Izabela Teixeira