COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras

24 de Setembro, 2011 - 15:00 ( Brasília )

Prefeito de Dourados pede Ação Permanente das Forças Armadas

Para o prefeito, a presença da Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira na região inibe a ação de quem promove atos ilícitos.

Publicado pela Radio G92 em 22 Setembro 2011

O prefeito Murilo Zauith recepcionou na manhã de ontem (22), no aeroporto de Dourados, o ministro da Defesa Celso Amorim. Murilo aproveitou a presença do ministro, que veio acompanhar a Operação Ágata 2, realizada pelas Forças Armadas na região, para pedir uma ação permanente na faixa de fronteira.
Murilo acompanhou toda a agenda do ministro na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.
Para o prefeito, a presença da Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira na região inibe a ação de quem promove atos ilícitos, como o contrabando e tráfico de drogas, que geram uma série de outros crimes.

O prefeito acredita que a efetivação desse trabalho, com apoio direto aos organismos policiais, pode ser a solução para a redução desses crimes que afetam todo o país, já que grande parte da droga vendidas nas grandes cidades passa pela região de fronteira com o Paraguai.

Após participar de encontro com os comandos militares, Celso Amorim falou à imprensa e ressaltou que já existem operações permanentes, como a Sentinela, e que as ações focalizadas são necessárias com frequência.

Celso Amorim disse que o fato de não existir quantidade de apreensões durante a ação em andamento é o ponto positivo da Ágata 2, pois mostra que no período da operação o crime organizado se retrai.

Outro detalhe citado por Amorim é que depois de uma operação como essa, a exemplo do que ocorreu no Amazonas, os criminosos aproveitam a retirada das tropas e voltam com força total, facilitando o trabalho das forças de segurança para barrar a ação das organizações.

O ministro não descartou, porém, a possibilidade de traçar planos estratégicos para as Forças Armadas atuarem em períodos mais longos nas regiões de fronteira seca.

Celso Amorim chegou a Dourados em um jato da Força Aérea Brasileira às 11h15 e após visitar o acampamento da equipe das Forças Armadas no aeroporto municipal seguiu para a 4ª Brigada. No loca, se reuniu com as autoridades presentes, incluindo os comandantes das forças militares, o governador André Puccinelli e o prefeito Murilo Zauith. Ele almoçou no próprio quartel, deixando a cidade por volta das 15h.



Outras coberturas especiais


Africa

Africa

Última atualização 13 DEZ, 19:15

MAIS LIDAS

Fronteiras