COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Terrestre

21 de Setembro, 2017 - 09:20 ( Brasília )

Operação Curaretinga: ações do Exército na região fronteiriça

Ações do Exército na região fronteiriça levam à apreensão de produtos ilegais.

Desde o final do mês de junho, 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) está realizando a Operação Curaretinga, de caráter interagências, em toda a extensão da fronteira roraimense.

Com ações pontuais, os militares têm atuado contra crimes ambientais e ilícitos transfronteiriços, como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, contrabando de veículos e imigração e garimpo ilegais.

Na cidade de Bonfim, em Roraima, no dia 18 de setembro, tropas do 1º Pelotão Especial de Fronteira realizaram um posto de bloqueio e controle de estradas (PBCE), com o apoio da Polícia Militar do estado, nas estradas e vicinais de acesso ao município.

A atividade levou à apreensão de dois recipientes contendo pólvora, que foram encaminhados ao Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC).

Durante a missão, os militares apreenderam, também, materiais provenientes de descaminho, como vestuários e material de limpeza e higiene, que foram encaminhados à Receita Federal do Brasil.



No mesmo dia, apreendeu-se, ainda, material entorpecente que estava em posse de dois cidadãos, um brasileiro e outro de nacionalidade guianense. Ambos foram encaminhados à Polícia Militar para as providências legais cabíveis.

No dia 19 de setembro, ainda no contexto da Operação Curaretinga, tropas do 10º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva (10º GAC Sl), em conjunto com agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (IBAMA), realizaram, na vicinal 21, no município de Caracaraí, a apreensão de dois caminhões que transportavam toras de madeira em situação irregular.

Em Pacaraima (RR), no dia 19 de setembro, durante o PBCE realizado pelo 7º Batalhão de Infantaria de Selva (7º BIS), foi apreendido um caminhão que se deslocava no sentido Venezuela-Brasil conduzindo materiais provenientes de contrabando e descaminho, com um valor estimado de R$ 758.000,00.

A Polícia do Exército foi acionada e, com um cão farejador, foi procedida a uma revista minuciosa da carga e da carreta, porém nada mais foi encontrado. Esse material foi encaminhado à Receita Federal do Brasil, e o condutor do caminhão, à Polícia Federal para ser autuado pelo crime de descaminho.


 

Fotos: Agência Verde-Oliva / EB

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Especial DitaBranda

Especial DitaBranda

Última atualização 16 DEZ, 11:30

MAIS LIDAS

Fronteiras