COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Segurança

23 de Junho, 2016 - 09:30 ( Brasília )

DOF apreende veículo roubado no Brasil a serviço da Marinha da Bolívia


Durante operação policial no final da manhã de sábado passado (18), realizado pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF), um órgão de segurança do Estado de Mato Grosso do Sul subordinado à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), na linha de fronteira com a Bolívia, em fiscalização aos veículos que entravam e saiam de Corumbá, foi abordado um veículo Ford F-250 de cor prata, com placas bolivianas, caracterizado com adesivos da Marinha Boliviana, conduzido por uma pessoa que se apresentou como militar da Marinha da Bolívia, Ever I.G., de 23 anos.

Em vistoria ao chassi e motor do veículo foi constatado que o mesmo era produto de roubo na cidade de Curitiba/PR em 16/01/2006, sendo as placas originais também da cidade de Curitiba/PR.

O caso foi registrado como recuperação de veículo objeto de roubo na delegacia de Corumbá.

O município de Corumbá está situado no sul da região Centro-Oeste do Brasil, na Mesorregião dos Pantanais Sul-Mato-Grossenses (Microrregião do Baixo Pantanal) e próxima da fronteira com a Bolívia, à beira do rio Paraguai. O município é também ponto de parada da ligação ferroviária entre o Brasil e a Bolívia, sendo a última cidade brasileira antes do território boliviano, do qual se separa por fronteira seca.

O Departamento de Operações de Fronteira (DOF)¹ é um órgão de segurança do Estado de Mato Grosso do Sul subordinado à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP).

Criado em 28 de maio de 1987, por meio da Resolução nº 119/87, o Grupo de Operações de Fronteira (GOF), com efetivo de 16 policiais, sendo 08 PMs e 08 PCs, subordinado a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), com a missão de realizar o policiamento na região da grande Dourados, combatendo os crimes de narcotráfico, furto/roubo de veículos, de cargas, roubo/furto em propriedades rurais, golpe do seguro etc....

No início, o GOF estava sediado na capital do Estado, porém, devido à distância da sua área de atuação, no ano de 1989, a sede do Grupo fora transferida para um imóvel alugado na cidade de Dourados/MS, com a missão de realizar o policiamento ostensivo itinerante na faixa de fronteira do Brasil com o Paraguai.

Por conta dos bons resultados apresentados desde a sua criação, a comunidade da região, por intermédio da Sociedade dos Amigos da Liberdade, Vigilância e Esperança (S.A.L.V.E.), construiu, no ano de 1994, um prédio de 1.100 m², avaliado em R$ 750.000,00, e o cedeu ao Estado, em regime de comodato, para abrigar esta Unidade Policial.

No dia 15 de janeiro de 1996, com a reestruturação da SEJUSP, por força do Decreto Estadual nº 8.431, o Grupo de Operações de Fronteira (GOF) passou a denominar-se Departamento de Operações de Fronteira (DOF). Em 21 de Maio de 1999, por força da Resolução nº 228, o DOF passou a policiar a fronteira com a Bolívia.

No dia 28 de Dezembro de 2006, foi criada a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira – DEFRON, integrada ao Departamento de Operações de Fronteira, por meio do Decreto nº 12.218.

Hoje, o DOF esta regido pelo Decreto Estadual nº 12.752, de 12 de maio de 2009, e Resolução SEJUSP MS nº 467, de 30 de Junho de 2009.

O DOF que atualmente tem como seu Diretor o Coronel PM Ary Carlos Barbosa, atua em 51 (cinquenta e um) municípios do Estado, com a presença mais efetiva nos 730,8 quilômetros de fronteira seca, dos mais de 1.500 quilômetros de fronteira com o Paraguai e com a Bolívia, abrangendo inclusive a área rural. Em caso de necessidade, e por determinação do Sr. Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, o Departamento ainda atua em outros municípios sul-mato-grossenses.

Fonte: DOF (dof.ms.gov.br)