COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Terrestre

31 de Maio, 2016 - 10:50 ( Brasília )

Operação Muralha ganha reforço do Exército Brasileiro


Na manhã desta segunda-feira (30), o Exército Brasileiro ingressou na Operação Muralha na região oeste do Paraná. O pelotão atuará na barreira de fiscalização instalada na praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR com foco de prover e reforçar a segurança dos servidores da Receita Federal que estão atuando. O Exército disponibilizou 30 militares para atuar na barreira de fiscalização, de forma permanente e ininterrupta.

A Operação Muralha também envolve servidores da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Marinha, Polícia Militar do Paraná e Polícia Civil. A ação continua por período indeterminado na praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu, 24 horas por dia, com auxílio de cães farejadores, scanners de bagagem e de veículos e do helicóptero da Receita Federal, além das equipes volantes atuando na região.

O objetivo é prevenir e combater os crimes de contrabando e descaminho, tráfico de drogas, armas, munições, medicamentos e outros crimes praticados, em especial com enfoque em produtos que ingressam ao Brasil vindos do Paraguai.

Com menos de um mês, a Operação Muralha já somou mais de R$ 3 milhões em mercadorias apreendidas, 2,8 toneladas de drogas, 65 veículos apreendidos, duas armas e 795 munições, além de 29 pessoas presas. Além da atuação fixa na barreira, o trabalho se estende também em estradas secundárias e nas barrancas do lago de Itaipu e do Rio Paraná.


Assessoria de Imprensa DRF/Foz do Iguaçu