COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Terrestre

02 de Abril, 2015 - 11:10 ( Brasília )

No topo do nível de confiança no país, EB e RF selam acordo de cooperação nas Operações Conjuntas

Pesquisa aponta as Forças Armadas no topo do nível de confiança no País

Em 30 de março, foi assinado um acordo de cooperação entre o Exército e a Receita Federal. “A necessidade de uma comunicação eficiente em regiões de fronteira é uma realidade para a atuação da Receita Federal do Brasil.

Essa primeira parceria com o Exército dará bons frutos para a atuação das instituições”, considera o Superintendente da 1ª Região da Receita Federal, Senhor José Oleskovicz. “É fato que, no mundo moderno, quem defende o País do contrabando, do descaminho e de outros crimes precisa trabalhar em conjunto,” completou Oleskovicz, que assinou o acordo de cooperação representando a Receita Federal.

Para o chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Exército James Mayer, esse memorando é a formalização de uma parceria que rende economia de recursos públicos com foco na segurança das informações.

A celebração do acordo de cooperação foi efetuada no Salão de Honra do Departamento de Ciência e Tecnologia, no Quartel-General em Brasília. A partir desse documento, a Receita Federal passa a integrar a Rede de Comunicações Críticas, na faixa de 800 MHz, por meio do Sistema de Radiocomunicação Digital Tonalizado, que está instalado em vinte e sete cidades do Brasil.

A rede permite a transmissão de imagens e dados, inclusive em tempo real, para a sede em Brasília, facilitando as decisões das autoridades no campo estratégico.

Essa estrutura foi testada nos Grandes Eventos de 2013 e 2014 – Copa das Confederações, Jornada Mundial da Juventude, Visita do Papa e Copa do Mundo –, nos quais se mostrou muito eficiente.

A melhor descrição da Rede Nacional de Comunicações Críticas é a de um condomínio em que as instituições de defesa, de segurança, de fiscalização e de infraestrutura utilizarão instalações e equipamentos recíprocos, preservando, cada um, as suas ferramentas de criptografia.

A Superintendência Regional da Receita Federal na 1ª Região Fiscal passou a ser o primeiro órgão a aderir, oficialmente, ao Sistema Nacional de Comunicações Críticas.

 

Pesquisa aponta as Forças Armadas no topo do nível de confiança no País

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) identifica as Forças Armadas como instituição de maior credibilidade do País. Segundo a análise, as Forças Armadas possuem o maior índice de confiança entre as instituições públicas ou privadas do Brasil, com 68% de credibilidade.

Na apreciação, retratar a confiança significa identificar se o cidadão acredita que a instituição cumpre a sua função com qualidade e se faz isso de forma a que os benefícios de sua atuação sejam maiores do que o seu custo. Para elaborar o Índice de Confiança na Justiça, a FGV entrevistou 3.300 pessoas entre os meses de abril e dezembro de 2014, em 7 estados e no Distrito Federal.



Fonte: Relatório da FGV ICJBrasil - 2º e 3º trimestres / 2014, disponível em http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/6618.