COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Terrestre

18 de Março, 2014 - 13:15 ( Brasília )

Brigada Guaicurus troca comando e inaugura quartéis na fronteira


Valéria Araújo
DouradosAgora.com
via CCOMSEx

A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada - Brigada Guaicurus troca de comando no dia 12 de abril. Assume o quartel o general de brigada Rui Yutaka Matsuda, em substituição ao general Lourival Carvalho e Silva, que foi promovido para a Diretoria de Educação Técnica Militar para a formação de Sargentos, no Rio de Janeiro. Já o novo general, chega de Brasília, onde estava lotado no Estado-Maior do Exército (EME) que é o Órgão de Direção Geral responsável pela elaboração da Política Militar Terrestre .

A cerimônia de troca de comando acontece às 10h30 na sede da 4ª Brigada. Em visita na tarde de ontem à redação, o general Carvalho destacou avanços nestes dois anos que esteve à frente da Brigada como o processo de implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron). Segundo ele, logo que chegou a Dourados o projeto ainda não estava materializado. Hoje, segundo o general, são mais de 300 viaturas novas à disposição do Exército, além de Centros de Operações que estão sendo construídos em Dourados, Nioaque, Bela Vista, Ponta Porã e Amambaí.

Carvalho destaca ainda o recebimento de equipamentos de alta tecnologia, como sensores, câmeras de alta precisão, radares e torres de internet que serão utilizados pelo Exército no combate ao tráfico de drogas nas fronteiras. A previsão é de que até 2015 o projeto em sua totalidade seja implantado em Mato Grosso do Sul na faixa de fronteira que liga Mundo Novo a Caracol.

Depois de implantado, o Exército terá o desafio de monitorar permanentemente as fronteiras terrestres, que se estendem por 17 mil quilômetros ao longo de dez países, 11 Estados e 588 municípios brasileiros. Em Mato Grosso do Sul são 900 quilômetros de fronteira entre Paraguai e Bolívia, onde o Sisfron deverá ser implantado. O projeto do governo federal e das Forças Armadas para implantar o Sisfron terá um investimento de R$ 12 bilhões.

Do total, R$ 5,9 bilhões serão destinados para a infraestrutura tecnológica, cerca de R$ 3 bilhões para obras civis e R$ 3 bilhões para apoio à atuação operacional.

Novos Pelotões

Antes de deixar o comando o general Carvalho anuncia um reforço de segurança nas fronteiras de Mato Grosso do Sul. Nos dias 2 e 3 de abril serão inaugurados os pelotões do Exército nas cidades de Iguatemi, com mais de 100 soldados e Mundo Novo com 50 militares.

No final deste mês mais de 50 militares e 8 generais de diversas partes do País chegam em Mato Grosso do Sul para vistoriar estes novos pontos de atuação do Exército e verificar se falta algum elemento antes da inauguração. "Nós sabemos que o crime organizado tem migrado para as regiões fronteiriças. Por isto, investir em segurança, tecnologia e trabalho em conjunto com as autoridades dos países vizinhos é de fundamental importância", destaca.

Ao se despedir, o General carvalho diz que estes dois anos que esteve a frente da Brigada em Dourados foram espetaculares. "Foram momentos de muita alegria. Durante este tempo o Exército recebeu da população e das autoridades legislativas, executivas, judiciário e imprensa um carinho especial. Só tenho que agradecer e me orgulhar de sair daqui com o título de cidadão douradense", destaca.