COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Defesa

26 de Maio, 2013 - 22:47 ( Brasília )

AGATA - Balanço Parcial Área de Operações SUL


BALANÇO PARCIAL DA OPERAÇÃO ÁGATA NA REGIÃO SUL


Porto Alegre, 26/05/2013 – A mobilização de tropas das Forças Armadas em toda a extensão das fronteiras terrestres brasileiras, para participar da Operação Ágata 7, apresenta resultados significativos na Área de Operações Sul (faixa de fronteira dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), após uma semana de operação.

Até o momento, foram apreendidos 200 m3 de material de contrabando e descaminho, 45 Kg de drogas, 20 armas, 42.517 pacotes de cigarros e 80 toneladas de pescado, revistadas 1.468 pessoas, recolhidos para averiguação 8.364 m de explosivos (cordel detonante), detidas 16 pessoas, vistoriadas e/ou notificadas 371 embarcações e inspecionados 80.112 veículos, sendo 102 desses apreendidos. Em um dos veículos foi encontrada a quantia de U$ 260.000 (duzentos e sessenta) mil dólares.

Na Área de Operações Sul, o comando e a coordenação das operações cabe ao Comando Militar do Sul com o apoio do Comando do 5º Distrito Naval, do 5º Comando Aéreo Regional e de integrantes do Ministério da Defesa. Nessa área, as Forças Armadas realizam ações de patrulhamento e inspeção naval, bloqueio e controle de estradas, patrulhamento ostensivo, fiscalização de produtos controlados, revista de pessoas, embarcações, aeronaves e instalações, operações de busca e apreensão, reconhecimento aéreo por intermédio de Aeronaves Remotamente Pilotadas, atividades de apoio à Agência Nacional de Aviação (ANAC) nas ações de fiscalização de tripulante e de aeronaves da Aviação Geral, e transporte aéreo logístico e de tropas. Nessa operação as Forças Armadas contam, ainda, com o apoio dos Órgãos de Segurança Pública, Federais e Estaduais, da Receita Federal e de agências governamentais, como o IBAMA e a ABIN, entre outras.

- Concomitante a essas ações, as Forças Armadas, com o apoio do Ministério da Saúde e de algumas prefeituras municipais, desenvolveram diversas ações Cívico-Sociais (ACISO), levando atendimento médico e odontológico e outras atividades beneficentes à população carente.

Até o momento já foram realizados 5.000 atendimentos médicos, 1013 atendimentos odontológicos, 7.920 procedimentos na área de prevenção da saúde, 09 manutenções e reparos de estradas, 51 manutenções e reparos de instalações públicas e 584 emissão de documentos. Além disso, já foram distribuídos 17.724 medicamentos e realizadas diversas atividades de lazer e cultura para 11.010 pessoas da área de operações.

Na fronteira da região Sul, com cerca de 2.400 Km de frente, que vai desde Guaíra-PR até o Chuí-RS, as Forças Armadas empregam 12.000 militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Com isso, a operação atinge os objetivos de reduzir os índices de criminalidade na região da fronteira e fortalecer a prevenção, o controle, a fiscalização e a repressão aos delitos transfronteiriços.