COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

19 de Novembro, 2019 - 10:20 ( Brasília )

Projetos da FAB são discutidos no I Seminário Internacional de Defesa

Evento foi realizado de 12 a 14 de novembro na cidade de Belém (PA)

Aspirante Flávia E Tenente-Coronel Santana

O Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, apresentou os principais projetos estratégicos da Força Aérea Brasileira (FAB) no I Seminário Internacional de Defesa e Proteção da Amazônia (Amazon Security and Defence Exhibition – ASDX), durante painel realizado no dia 12 de novembro, na cidade de Belém (PA).

Os projetos apresentados pelo Diretor-Geral do DCTA corroboram com o cumprimento da missão constitucional da FAB de manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional com vistas à defesa da pátria. Segundo o Oficial-General, o melhor resultado no combate aos ilícitos na região Amazônica se deve ao uso de tecnologias, por meio de sensores e satélites, além do serviço de inteligência, atuando de forma seletiva, haja vista o tamanho significativo dessa área.

"A Força Aérea Brasileira, por meio do DCTA, tem investido em desenvolvimento tecnológico, que trará benefícios não só para a Força, no aspecto da dissuasão militar, mas também para a vigilância e monitoramento ambiental, por exemplo, com a operação do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas [SGDC]”, ressaltou o Tenente-Brigadeiro.

O I Seminário Internacional de Defesa e Proteção da Amazônia foi realizado de 12 a 14 de novembro e teve como objetivo debater importantes temas de Segurança, Defesa, Meio Ambiente e Desenvolvimento. Além disso, no evento foram apresentadas soluções da indústria nacional e internacional voltadas para as Forças Armadas, Forças de Segurança Pública, Agências de Governo e tecnologias que contribuem com o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

Fotos: Capitão Vladmir da Silva



Outras coberturas especiais


Front Interno

Front Interno

Última atualização 08 DEZ, 20:20

MAIS LIDAS

Modernização FAB