COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

12 de Setembro, 2018 - 10:40 ( Brasília )

Comandante da Força Aérea Brasileira visita as instalações do COMAEX

Atividades ocorrem até o dia 18 de setembro, em Brasília (DF)

O segundo dia do Exercício de Operações Aeroespaciais COMAEX contou com a visita do Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, que conheceu as instalações e participou do briefing sobre o desenvolvimento das atividades.

O treinamento, que é voltado para o comando e controle de conflitos reais, teve início nessa segunda-feira (10) e ocorrerá até o dia 18 de setembro, na sede do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), em Brasília (DF).

O Comandante de Operações Aeroespaciais, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, e o Chefe do Estado-Maior Conjunto do Comando de Operações Aeroespaciais e Diretor do Exercício, Major-Brigadeiro do Ar Ricardo Cesar Mangrich, realizaram os esclarecimentos sobre a atividade.

Participam do COMAEX cerca de 100 oficiais aviadores, intendentes e infantes de organizações militares da FAB de todo o país, além de 30 militares do efetivo do COMAE.

A intenção é aproveitar a estrutura e repetir o treinamento anualmente. “O preparo dos militares é baseado na constante repetição daquilo que se faz. Assim, eles realmente vão assimilar o conhecimento e a forma mais barata de fazer isto é através da simulação”, afirmou o Tenente-Brigadeiro Aquino.



Além do treinamento dos militares, o COMAEX servirá de base para atualização do Manual de Planejamento e Condução de Operações (MPCOA), que auxiliará na orientação dos demais exercícios operacionais.

O Comandante da Força Aérea Brasileira ressaltou a satisfação ao conhecer o treinamento. “É uma alegria muito grande vir ao COMAE e ver o nível que estão sendo realizados os nossos exercícios de comando e controle”, disse o Tenente-Brigadeiro Rossato.

Segundo o Diretor do Exercício, Major-Brigadeiro Mangrich, no primeiro dia os militares se dedicaram à instrução, de acordo com o seu posto de trabalho e suas responsabilidades. “A partir de hoje realmente iniciamos as ações ofensivas, quando cada um realiza sua atividade de forma mais individual”, explica.

O oficial-general também comemorou os resultados do primeiro dia. “Até agora atingimos todos os objetivos propostos”, concluiu.

Artigo relacionado:  

FAB realiza exercício simulado de operações aeroespaciais em Brasília [Link]


 Fotos: Cabo André Feitosa /  CECOMSAER

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 20 NOV, 11:55

MAIS LIDAS

Modernização FAB